Como poupar dinheiro com o PIX: entenda essa novidade

7 minutos para ler

Se tem uma coisa que o HAND faz é te ajudar a encontrar novas formas de como poupar dinheiro. Por isso, a gente precisa conversar sobre o PIX, uma novidade em termos de pagamento que foi criada pelo Banco Central para aliviar o peso das taxas bancárias no seu bolso. Vem ver!

O que é o PIX?

O PIX é uma forma de fazer pagamentos instantâneos criada pelo Banco Central do Brasil. Essa novidade passou a funcionar em novembro de 2020 e a ideia é que ele seja uma alternativa a transações por DOCs, TEDs e até por boletos bancários.

Por isso, com o PIX será possível fazer transferências para outras pessoas físicas, além de pagamentos de taxas governamentais e pagamentos de produtos ou serviços a empresas.

Para aproveitar todas as possibilidades desse novo recurso, o ideal é que você cadastre a sua chave PIX.

Para que serve a chave PIX?

A chave PIX são informações que você conecta à sua conta para que toda vez que uma pessoa faça um pagamento ou transferência, o sistema consiga entender para que conta o dinheiro precisa ser enviado. 

Parece complicado, né? Mas, na verdade, é bem simples.

Uma mesma conta bancária pode estar associada a quatro tipos diferentes de chaves PIX: o seu CPF, o seu número de celular, o seu e-mail ou um código alfanumérico que pode ser gerado aleatoriamente.

Uma mesma conta bancária pode também estar associada a até 5 chaves diferentes. Quer um exemplo? Uma loja pode selecionar 1 chave PIX do tipo CNPJ, 2 do tipo e-mail, 1 do tipo código aleatório e 1 do tipo telefone celular.

E se você quiser fazer um pagamento para esse negócio via PIX, como saber qual chave usar?

Imagine que você comprou um presente para alguém da família em um pequeno negócio de artesanato local. Ao fazer a transferência nessa nova modalidade, você insere qualquer uma das chaves PIX da empresa (o e-mail, por exemplo), diz quanto quer enviar e pronto! Está pago!

Isso mesmo: não precisa mais saber qual é o banco, conta e agência de uma pessoa ou empresa para fazer transferências, graças às chaves PIX.

Os benefícios de usar o PIX

Ok, mas o que tudo isso tem a ver com como poupar dinheiro? Calma, agora a gente começa a falar sobre a parte boa de usar o PIX!

  1. O PIX é gratuito para pessoas físicas

Sim, pessoas físicas e MEIs podem usar o PIX sem pagar nada por essa forma de pagamento. Isso significa que essa é uma maneira de como poupar dinheiro, já que você não vai mais gastar de R$10 a R$20 com DOCs ou TEDs toda vez que precisar fazer uma transferência.

Essa economia parece boba, mas ao longo do ano, somados os constantes pagamentos e transferências, você pode acabar economizando centenas de reais ao usar o PIX. É uma assinatura anual do HAND que você ganha para cuidar de você!

  1. Não existem limites para uso do PIX

Além de te ajudar em como poupar dinheiro, o PIX também traz mais praticidade para os seus pagamentos. Calma, já vamos explicar como!

Imagine aquela situação clássica: você saiu de casa sem dinheiro, só com o cartão do banco, e, ao chegar na farmácia ou no mercadinho, descobriu que tinha um limite mínimo de gasto para pagamento com cartão. Você com certeza já passou por isso, certo?

Pois é, com o PIX não tem limite mínimo para pagamentos ou transferências. Isso quer dizer que você pode fazer transações a partir de R$0,01

O Banco Central também não especifica um limite máximo para os pagamentos, mas o seu banco pode estabelecer limites diários ou por transação, assim como acontece com os caixas eletrônicos e cartões, por questões de segurança (como evitar fraudes, por exemplo).

  1. Você pode deixar a carteira em casa

Quer mais praticidade? Pensa que, usando o PIX, você só precisa do seu celular para fazer um pagamento numa loja, no supermercado ou onde você estiver. É só abrir o aplicativo do seu banco e fazer as transferências e pagamentos necessários na hora da compra, sem dinheiro e sem cartão.

  1. Você não precisa mais esperar para fazer seus pagamentos

Outra vantagem muito grande de usar o PIX é que, com esse recurso, você não precisa esperar dias úteis para compensar um pagamento. Esse tempo de espera, que era comum no caso de TEDs, DOCs e boletos bancários, passou para apenas dez segundos com o PIX. Piscou, o pagamento foi feito e recebido com sucesso!

  1. O PIX está disponível o ano todo

Falando em não precisar esperar, outra vantagem de usar o PIX é que ele funciona 24h por dia, 365 dias por ano. Ou seja, usando esse recurso, você não está mais sujeito ao horário bancário e pode fazer o pagamento que quiser, mesmo que seja num fim de semana ou feriado.

  1. O PIX é democrático

Esse novo recurso de pagamento está disponível em todos os bancos e instituições financeiras digitais com mais de 500 mil contas. Ou seja, fica muito fácil de fazer pagamentos ou transferências, seja para os seus amigos ou para negócios.

E o que é necessário para pagar pelo PIX?

Ficou interessada nessa maneira superdigital de como economizar dinheiro e quer adotar agora mesmo essa tecnologia para a sua vida? Vem ver esse passo a passo beeeem simples!

  1. Ter uma conta bancária

A primeira coisa que você precisa saber é que para fazer uma transação pelo PIX, tanto quem paga quanto quem recebe precisa ter uma conta no banco.

Essa conta pode ser corrente, poupança ou conta de pagamento. Ou seja, vamos combinar que esse pré-requisito ficou fácil de ser cumprido!

  1. Abrir o seu internet banking

Celular em mãos, abra o aplicativo do seu banco. Depois, selecione pagamento ou transferência, dependendo de qual transação você quer fazer. 

Feito? Então, o PIX vai aparecer como uma das possibilidades de pagamento, lado a lado com os DOCs, TEDs e boletos bancários, por exemplo. Selecione o PIX e vamos para o próximo passo!

  1. Escolha como pagar pelo PIX

Para fazer um PIX, você tem algumas possibilidades. Você pode, por exemplo, escanear um QR Code na maquininha de pagamento por cartão das lojas, por exemplo.

Não está fazendo um pagamento em uma loja? Tudo bem! Outra das possibilidades é aquela velha conhecida: inserir a conta e a agência da pessoa para quem você quer enviar o dinheiro.

Por fim, o jeito mais fácil é inserindo a chave PIX de quem vai receber o seu dinheiro. Mas atenção: não é preciso informar o CPF, o e-mail, o número de telefone e o código alfanumérico em uma mesma transação. Basta informar uma única chave PIX do seu destinatário.

Ou seja, se a sua amiga cadastrou duas chaves PIX, um e-mail + um número de CPF, você pode escolher apenas uma delas para fazer a transferência e não faz diferença qual delas usar.

Pronto! Inserida a chave PIX e terminada a transação, é só contar até dez que o seu dinheiro já estará na conta do destinatário.

Além do PIX, sabe quem também te ajuda nessa missão de como poupar dinheiro? O HAND e seus vários benefícios que são pensados para o seu bolso! Pagando apenas R$24,90 por mês você poupa o dinheiro de chamar profissionais para fazer a manutenção da sua casa e ainda economiza com restaurantes, medicamentos, consultas e exames médicos, cupons exclusivos para compras online e muito mais.

Por isso, não perca tempo e corra para aproveitar as dicas deste artigo: cadastre a sua chave PIX para fazer as suas transferências pagando menos e assine agora mesmo o seu plano do HAND para economizar dinheiro de várias outras formas!

Posts relacionados

Deixe um comentário