meditação mindfulness meditação mindfulness

Meditação mindfulness: 5 melhores dicas para praticar

4 minutos para ler

A meditação mindfulness é uma prática cada vez mais comum entre as pessoas, trazendo benefícios para a saúde mental, emocional e física. Enquanto a meditação normal trabalha com a linha de controlar a respiração e não pensar em nada, a mindfulness incentiva a atenção plena e consciente durante a atividade.

Por não exigir muito tempo, espaço ou um equipamento específico, a prática pode acontecer em qualquer lugar. Seja no trabalho em seu momento de descanso, seja no ônibus, seja em parques, seja em casa, você precisa apenas de concentração e de controle de sua respiração, de modo que essa é uma ótima forma de cuidar da saúde.

Interessante, não é mesmo? Então, continue com a gente e aprenda dicas para praticar a meditação mindfulness em qualquer lugar. Boa leitura!

1. Reserve um tempo para ela

Um dos principais motivos para a popularização da meditação mindfulness é o tempo necessário para realizar a prática: de 10 a 20 minutos. Essa estratégia se mostra eficiente, pois a nossa mente é programada para vagar pelos pensamentos, sendo incapaz de se concentrar por muito tempo em um único assunto.

2. Controle a respiração

Sendo a parte mais importante de qualquer tipo de meditação, o controle da respiração é a primeira etapa a ser feita. Em um local quieto, encontre uma posição confortável em pé ou sentado e relaxe, respirando naturalmente. Foque as sensações e os movimentos de seu corpo e, se sua mente começar a perder o foco, volte a se concentrar na respiração. 

3. Sinta as suas emoções

Enquanto pratica a meditação mindfulness, reflita sobre situações, momentos vividos e preocupações que o afligem, identificando quais emoções reagem a cada um desses pensamentos. Dessa forma, é possível ter um controle maior de suas reações e descobrir a melhor forma de resolver os conflitos, sejam externos, sejam internos.

4. Elimine as distrações

Como a própria mente vai buscar formas de se distrair, elimine o máximo de distrações no ambiente antes de iniciar a meditação. Dê preferência a locais sem muita movimentação e ruídos. Você também pode utilizar um mantra ou outra música feita para ajudar na concentração, já que elas distraem a parte da mente que quer divagar sem interferir na meditação.

5. Foque você

O maior objetivo da meditação mindfulness é o autoconhecimento. Concentre-se na sua respiração, nos seus batimentos cardíacos, nas sensações que o seu corpo experimenta e descubra o que o corpo e a mente estão transmitindo. Essa prática o ajuda a lidar melhor com o estresse, com a depressão e com a ansiedade e, até mesmo, a suportar melhor as dores crônicas.

Existem diversas formas de se praticar essa meditação: sentado, em pé, andando, comendo ou conversando com outras pessoas. Escolha a que mais é adequada às suas necessidades e comece a praticar. Faça-a durante o tempo que conseguir, aos poucos, até se tornar algo automático e que não requer muito esforço.

Para quem está começando a meditação mindfulness agora, vale apostar em apps que ajudam na prática, orientando, guiando e melhorando os resultados. Dentre eles, podemos citar: Lojong, Headspace, Insight Timer, Calm, dentre outros. Cada um tem uma abordagem diferente que se ajusta ao objetivo do usuário.

Agora, se você gostou de nosso artigo sobre meditação mindfulness, não deixe de conferir outros conteúdos que ensinam como cuidar da saúde mental em nosso blog!

Posts relacionados

Deixe um comentário